Rápido e direto!

15/11/2009 § Deixe um comentário

Family Guy retornou depois de um bom tempo, com 2 episódios. Valeu a pena, né. O quarto começou divertido, mas foi ficando chatinho ao decorrer do tempo. Brian e seus relacionamentos amorosos não é algo tão divertido assim. E como o destaque foi praticamente dele, ficou tudo meio morno. Tirando a homenagem a Patrick Swayze, com o Peter golpeando tudo a sua frente, só algumas coisinhas foram consideráveis.

Já o quinto: simplesmente fantástico. Brian e Stewie juntos, como não gostar?! E ainda dividindo as atenções com o Peter. Ou seja, equilíbrio perfeito. Este episódio será memorável. Tivemos o famoso Evil Monkey saindo do armário para viver com a família. E do outro lado, uma zoação hilária com Miley Cyrus. Muitas cenas divertidas, e ótimos momentos, como a referência a King Kong. E de acordo com Family Guy, Hanna Montana é um andróide. Amazing!

—–

O sexto episódio de Fringe foi chato e dispensável. Nem tenho muito o que falar. O caso da semana foi fraco, o andamento da investigação foi um tédio, e simplesmente não empolgou toda a história do cosmonauta. Enquanto o sétimo, pode entrar no top episódios da série. Estava tudo excelente. Uma criança vilã. Uma história envolvente. Cenas bacanas, e uma pitada de mistérios da storyline principal. Foi surpresa o garoto estar controlando as pessoas? Não. Mas me surpreendi ao ver que ele estava armando tudo. Pensei que seria o velho clichê da “criança com poderes que é usada por caras maus”. Com certeza redimiu o nível do episódio anterior. Muito bom!

—–

Crítico e tocante. Um bom resumo para o 1×09 de Glee. Focado no Artie, o episódio mostrou um pouco da dificuldade enfrentada por cadeirantes. E a lição de moral não veio só daí. Sue Sylvester, quem diria, tem coração! Ela chamou uma deficiente para ser a nova integrante do Cheerios. No final, descobrimos que a professora tem uma irmã com esse mesmo problema. Foi incrível a maneira como trataram dos temas. Tivemos ainda Puck e Finn em conflito por causa do filho da Quinn. E Kurt disputando uma música, e mostrando ter uma bela relação com o seu pai. Pra mim, o problema foram os musicais. Não foram ruins, mas tirando a apresentação final, o brilho está mais fraco. Ainda assim, Glee continua com sua essência divertida.

—–

Os dois últimos episódios de Gossip Girl foram até aceitáveis. Minto, porque o último foi muito bom! Vamos lá. O oitavo envolveu a eleição que Tripp Van Der Bilt concorria. Foi aquela coisa de escândalos políticos, sabe. Mas todo mundo que assiste a série gosta dessas intriguinhas. E esse foi o ponto considerável do episódio. Junto com a Blair enfiando a cara no bolo. Pastelão, mas divertido. Ahh, e que tal dar uma sumida no Nate? Jurooo, nem vou notar.

O nono foi super digno de primeira temporada. E isto é pra comemorar, considerando o nível que a série vem mantendo. Mas então…tava todo mundo bitch! Jenny tentando arranjar um bom partido para o baile. Eric querendo parar a Jenny. E a Blair se intrometendo para “proteger” o seu legado. Foram muitas reviravoltas, e todas regadas a golpes teens. Eles fizeram o episódio ser o que foi. O Threesome não foi nada, em comparação. E olha que eu não me decepcionei como a maioria. A burrice foi da CW de divulgar aquilo como um threesome propriamente dito. Pois então, GG finalmente fez algo para chamar de BOM!

—–

How I Met Your Mother teve dois ótimos episódios. O sexto foi um duelo de casais. Lilly e Marshal são conhecidos por serem perfeitinhos, mas começaram a brigar. Enquanto Robin e Barney, são conhecidos por serem saidinhos, viraram o casal exemplo. E a série conseguiu conduzir tudo isso muito bem. Momentos impagáveis, como o Barney e a Robin não tendo pra onde escapar ao iniciarem uma briga, provam que HIMYM consegue ser divertida e “deliciosa” ao mesmo tempo.

O sétimo então, foi fantástico! Memorável, também. Afinal de contas, marcou o término do relacionamento do Barney com a Robin. Amo os dois, mas nem vou ligar se eles não voltarem. Eles foram se destruindo aos poucos. Foi hilário o Barney gordo, e a Robin estressadíssima. E a Lilly armando para separa-los com a ajuda das “maiores brigas”, foi impagável. Não tem como falar mais. Foi muito bom, meesmo. Vamos ver qual o rumo a série tomará, já que perdeu um casal bastante querido pelo público. Agora: Daddy’ Home!

—–

O que acontece com The Big Bang Theory, hein? A série não é mais a mesma. A temporada até agora está bem medíocre. Sheldon, meu ídolo, as vezes me cansa mentalmente. Assim, o sexto episódio foi legal. Leonard tentando aprender sobre futebol. Sheldon mostrando saber sobre futebol (!). Enquanto Raj e Howard vão aparentando cada vez mais ser um casal. Essa é a graça do negócio. O problema que eu vejo são as tramas inventadas. Estão fracas.

O sétimo melhorou um pouco. Foi centrado no Sheldon, fato que proporcionou os melhores episódios da segunda temporada, vamos confessar. O nerd mais nerd do universo tem um trauma de infância que o deixa nervoso ao presenciar uma briga. E o episódio todo foi cercado de conflitos. Penny com Leonard por causa de um hospéde da loira, e Raj com Howard por causa do “relacionamento” deles. Sheldon definitivamente me puniu por dizer que as vezes ele cansa. Já disse, e repito: as caras de Jim Parsons são hilárias. Ainda assim, espero umas tramas mais divertidas.

—–

Agora as coisas serão assim: rápidas e diretas. Claro que tentarei escrever textos de verdade, mas enquanto isso, vai sendo esses mini-comentários chupados aí. Se já me atraso com as séries, com os comentários então, é pior ainda. São tempos díficeis, meus caros!

Anúncios

Marcado:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Rápido e direto! no séries.com.

Meta

%d blogueiros gostam disto: