Mercy (1×04/05) – Pulling the Goalie/You Lost Me with the Cinderblock

04/11/2009 § 3 Comentários

Mercy me conquistou desde o terceiro episódio. Foi nele que eu percebi o quanto a série pode render e nos proporcionar ótimos momentos. Mas foi nesses dois últimos que deu pra perceber realmente que a série é segura de si. Vimos o potencial, e até mesmo a audácia de causar situações que nínguem esperava. E uma das primeiras (assim espero) “surpresas” da temporada aconteceu. De uma forma natural, e quase irrelevante para alguns.

Chloe ainda é a melhor personagem. E acho que dificilmente perderá este posto. A ingenuidade dela é simples. Fora que Michelle Trachtenberg é a mais jovem dali, e ainda assim consegue roubar a cena para sua interpretação. No quarto episódio, a Chloe lidou com um caso muito bom. O garoto com queimaduras no rosto manteve o tom certo, demonstrando a sua preocupação em relação ao futuro. E apesar da tensão entre ambos, o paciente e a enfermeira terminaram mantendo a relação estável. A cena no telhado foi linda, diga-se de passagem.

Consequentemente, Chloe não fez tanto jus a si própria. Ela não teve um caso legal, e nem estava andando pelos corredores com seu uniforme bobinho. Ainda teve menor participação, o que só afirmou o erro que o quinto episódio havia cometido. Ela no corpo de bombeiros foi até legal, mas ainda assim todos preferem vê-la no Mercy Hospital (não é mesmo?).

Os casos mais fracos vem da Sonia. Ao contrário do imaginado, ela não é uma personagem ruim. Na verdade é até muito boa. Porém, os roteiristas não conseguem criar tramas boas para ela mostrar sua capacidade. Por mais que eu goste da sua relação com o namorado policial, foi um tanto desprezível a trama das multas. Mas tudo bem, é a vida pessoal das enfermeiros. Tenho que entender. Agora se a parte médica dela era a pior, a sua rendenção chegou no último episódio. O caso do sonâmbulo foi maravilhoso. Ok, a conclusão com o cachorro que não parava de latir foi tosca, mas a trama não deixou de ser divertida (e emocionante) em nenhum momento.

Veronica cotinua seguindo sua carreira, mas tem de lidar com seus problemas amorosos. Confesso que já está ficando chato essa sua história com o noivo. E bêbê é uma coisa que não se podem pensar neste momento. Início de série e a protagonista já grávida!? Não, definitivamente não. A personagem ainda teve que aceitar as consequências de um “atentado”. Ao que parecia, o ato de quebrar o vidro do carro do Dr. Harris não foi deixado de lado. Teve processo e tudo. No final das contas, a punição não aconteceu. E provavelmente nem acontecerá devido ao acontecimento surpresa.

Dúvido que alguém não ficou surpreso quando a Chloe viu que a mulher que havia sido atacada em um chamado dos bombeiros era a mulher do Dr. Harris. Foi um choque, mesmo nem sequer termos tido um contato mais aproximado com ela. E foi a partir deste fato que vi que posso esperar muito mais de Mercy. Se achei que a emoção estava fraca quando o Harris viu que sua mulher morreu, por outro lado, ele e a Veronica sentados junto, foi bastante tocante.

Dois episódios ótimos. O último melhor que o penúltimo na minha opinião. De tudo comentado, não falei da trilha. Ela continua marcando presença, e sendo extremamente bem executada. Podemos esperar mais surpresas e casos intrigantes. Deliciosa de se ver, Mercy fez e mereceu os elogios por grande parte do público. E eu sou um desses. Que reconhece o trabalho realizado, e gosta de todo esse mundo. Me sinto ligado a série. E agora, é torcer para uma renovação (temporada completa já tá garantido)!

Anúncios

Marcado:

§ 3 Respostas para Mercy (1×04/05) – Pulling the Goalie/You Lost Me with the Cinderblock

  • Lidi disse:

    Mercy tem sido uma grata surpresa. Até agora nenhum dos episódios decepcionou.
    Adoro o toque de humor da série e os personagens são maravilhosos, sobretudo a Chloe.
    Nem preciso dizer que fiquei hiper feliz por ter garantido a temporada completa.

  • Cara. Mercy me surprendeu msm.
    Eu achei q seria cancelada. Mas dpois desses epis eu to gostando da serie.
    Pra mim virou a melhor estreia medica do ano.
    ;D

  • Marcia Soares disse:

    amei a série,sobre todos os aspectos,acho que poderiam dar mais espaço para clhoe pois ela faz a diferença,gostaria de ve- la envolvida em um romance de tirar o folego mas não com o dr.harris que é completamente uma água com açúcar além de ser muito velho para ela ainda se fosse um na mesma categoria que o dr.que foi amante de verônica ai sim,isso é o que ela merece,pois dá um banho de interpretação nas outras,além de já ter ganho o público.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Mercy (1×04/05) – Pulling the Goalie/You Lost Me with the Cinderblock no séries.com.

Meta

%d blogueiros gostam disto: