True Blood (2×11) – Frenzy

31/08/2009 § 6 Comentários

Este foi o típico episódio “prepara terreno”. Mas daqueles excelentes! Tivemos encheção de linguiça?! Sim. Mas que nem foi incômoda se pensarmos que isto foi só um aquecimento para a final. Este episódio valeu por quase todas as tramas, mas principalmente por deixar tudo preparado para uma season finale que promete ser “O” episódio. Ah e claro, valeu especialmente por Evan Rachel Wood.

O caos continua em Bon Temps, e temos duas tramas ocorrendo na cidade. Primeiro, Jason e Andy. Ok, esta parte foi bastante descartável. Valeu pelo Bud dançando e saltitando. Aquela conversa do Jason e do Andy até que convenceu, mas já está começando a irritar aquele jeito defensor/heróico do Jason. Estou com medo dele voltar a ser um personagem desinteressante. Não que fosse antes, mas em comparação com o nível dele nesta segunda temporada, vamos combinar né.

O outro lado foi Sookie e Lafayette tentando impedir que a Tara fosse atrás do Eggs. Confesso que a Lettie Mae mecheu com as minhas emoções. Amei ela até um momento, depois odiei por ela ter soltado a Tara, e por fim, fiquei com pena quando a Sookie deu uma porrada nela. Mas ok, o que importa é que o Lafayette também tem sonhos com o Eric, gente! E a cena que ele conversa com a Sookie foi cool. Porém, no final das contas, Tara volta a estaca zero (serva de Maryann) e vai de novo pra uma orgia com o Eggs. Agora o objetivo daquele ninho com um ovo sendo “louvado”, vai saber. E acabou sobrando até mesmo pro Lafayette, que acaba sendo tomado também. E a Sookie…claro, gritou.

E no lado mais foda do episódio, tivemos Bill e a Rainha de Louisiana, Sophie-Anne. Como a personagem dela é cool! Adorei, e espero mesmo que ela possa voltar, ou até quem sabe, entrar para o elenco fixo. Bill acaba tendo que ficar por mais um tempo na casa dela, até que ela diz algumas coisas sobre o bacante. Parece que só mesmo com o sacríficio. Ou seja, o Sam deve morrer. E ele foi atrás do Eric. E o Eric foi atrás da Sophie. E o Bill agora quer o Sam. Yeah! Ainda tivemos a Pam falando pouco, mas bem, e a rápida participação da Ginger. Ela mesmo. Agora, cá entre nós, o que foi aquela obsessão do Eric com as crianças, hein!? E como assim ele voa!!!?!?!!

No mais, só tivemos a rápida cena da Jessica mordendo a mãe do Hoyt, ele se revoltando, abandonando ela, e descobrindo que seu pai se suicidou. Nada a declarar sobre isso, vamos logo encerrar este texto. Foi um ótimo episódio, principalmente se pensarmos nele como um pré-finale. Eu particularmente não vejo nada de grave que tenha me desanimado. Agora é esperar duas semanas (sim, duas) para a esperada finale. Cabeças vão rolar (literalmente, espero)!

Grey’s Anatomy: Um Vício

30/08/2009 § 5 Comentários

Sabe aquela série que traz uma mistura de emoções a você?! Que te emociona, te alegra, te entristece, te transforma, e até mesmo te ajuda?! Se você não vê Grey’s Anatomy, provavelmente não conhece isso. Juntando tudo a um ótimo roteiro, personagens e atores convincentes, trilha sonora de primeira, entre outras coisas, taí a série de Meredith Grey. Uma das minhas recém descobertas, e uma das novas a figurar na básica lista de “melhores de sempre”.

« Leia o resto deste post »

True Blood (2×10) – New World in My View

24/08/2009 § 6 Comentários

Que episódio foda este de True Blood. Acho que se me perguntarem qual é o melhor episódio da temporada, não saberia responder. Todos foram bons e conseguiram atingir um nível satisfatório. Foram tantas coisas, que chego a duvidar se tudo isso aconteceu em somente 10 episódios. Mas foi, e é por isso que a série se consagra como uma das melhores da atualidade. E parece que não vai perder este título tão cedo.

O caos se instalou em Bon Temps, e agora tá todo mundo dominado pelos poderes da Maryann. Falando nela, estou amando-a. Meu ódio mortal por ela passou, e de repente. Amo demais o toque demoníaco da personagem. E por mais que ela tenha aparecido pouco neste episódio, já valeu pela “lutinha” com a Sookie e o Bill. Falando nisso, é ótimo saber que vampiros não são páreo pra ela. Seria fácil demais, né!

A trama se rendeu a praticamente dois lados. Tara e a tentativa de tirar o demônio do seu corpo, e Jason com a missão de resgatar Sam. Ambas divertidas. Primeiro a Tara. Òtimo momento de Rutina Wesley, não!? Muito boa a cena em que ela volta a ficar em si. E tivemos até o Lafayette lhe metendo uma bofetada. Foi legal ver a Sookie tentando entrar na mente dela também. Agora ela está livre. Pelo menos parece. Mas ainda temos que saber a relação dela com Maryann, e outras coisas a serem explicadas. Só pra nínguem esquecer ok (o que é díficil).

Jason se meteu a Rambo, e foi com uma arma e uma serra elétrica pra salvar o Sam. Conseguiu, até o povo endoidar e se voltar contra eles de novo. Foi hilária a cena em que ele se finge de Deus pra dispersar os possuídos. Não vi nenhum exagero ali como alguns, e cenas como essa são muito bem vindas novamente. E o Andy que era um completo inútil pra mim, até que está se saindo bem. Mas eu ainda espero que ele se descubra um ser sobrenatural e tenha algo a mais na série.

Claro que por mais que não seja tão importante na storyline principal, não posso esquecer de citar Jessica em meio a tudo isso. Ok, vou confessar que a cena da mãe do Hoyt jogando WII foi um pouco forçada. Só um pouco. Mas ver a vampirinha teen se revoltando com ela foi fantástico. Não podemos esquecer que Jessica ainda é uma jovem. Agora quero ver como o Hoyt irá reagir com essa reação inesperada da namorada.

Já falei que preciso parar de ver as promos dos próximos episódios? Pois é. Mais uma semana de tortura pra ver aqueles acontecimentos. E o cliffhanger deixado foi ótimo, mas a torcida do flamengo toda já sabe o que acontece né. Então vamos esperar pra ver Maryann se enfurecendo ao descobrir que seus “súditos” foram enganados, e principalmente, a nova vampira do pedaço. E não é uma vampira qualquer. È Evan Rachel Wood!

ps1: Adoro a relação Sookie/Jason. A química entre eles é maravilhosa, e realmente admiro o amor de irmãos que um sente pelo outro.

ps2: Que diabos foi aquele poder da Sookie!? Não empolga muito, Alan.

ps3: Como assim só 44 minutos!?

True Blood (2×09) – I Will Rise Up

20/08/2009 § 6 Comentários

Precisei rever este episódio pra ver se eu tinha perdido algo. Não era possível todo mundo estar falando tão bem, e só eu ter achado fraco. Mas notei que realmente deixei passar algumas coisas, literalmente. Agora sim, posso dizer: o episódio não foi perfeito, mas foi muito bom. Melhor do que eu dizia ser. E agora True Blood entra numa nova fase, em que novamente, tudo se volta para Bon Temps.

A bomba explodiu! Pelo menos isso foi bom. Se aquele cliffhanger do episódio final não se concretizasse, seria uma falha enorme. Mas ok, nínguem de importante morreu. Só aconteceu uma armaçãozinha básica por parte do Eric, que fez a Sookie sugar seu sangue. Agora ele sente o que ela sente, e ela já começou a ver os efeitos disso quando sonhou com ele. Isso pelo menos vai dar um gás no romance dela com Bill.

Jessica e Hoyt continuam seu romance cute. Adorei o Hoyt se revoltando com a mãe, e esta, é uma santa bitch. Ok, é mãe, eu entendo, mas já tá na hora de deixar o filho voar né. Mas agora sinceramente, acho que a Jessica tá precisando entrar na trama dos vampiros. Tipo, o Bill criou ela e agora deixa ela de lado!? Olhem a relação do Godric com o Eric e vejam a diferença. Visto que a Jessica ainda é uma adolescente então, merecia mais atenção do Bill. O romance é lindo, legal e tudo, mas ficar só nisso nem rola.

Maryann deliciosamente demoníaca. Agora nem ligo mais de não saber qual é a dela. Só de ver ela convocando a cidade toda pra caçar o Sam já valeu. Que fique claro, a personagem já até se redimiu comigo. Idem a atriz. Michelle Forbes arrebentando. E o Sam se transformando em mosquinha foi foda, não!?! E juntando forças com o Andy então. CO-OL!

Lafayette is back! Não está como antes, mas a gente nem liga. O importante é que ele deixou seu estado depressivo e seu trauma com os vampiros de lado. Pelo menos foi isso que pareceu. E foi ótimo ele dando uma surra no Eggs. Melhor ainda foi ele levando a Tara endiabrada pelo colo. E eu estava com saudades da mãe da Tara, falando nisso.

Godric se foi. Vou confessar que não sentirei tanta falta. E aquela cena final não me emocionou nem um pouco. Adoro a relação Godric/Eric, mas não consegui pegar o drama do momento. O personagem poderia continuar, seria bom, mas ter morrido, não me desanima. Tanto que a única coisa que eu consegui pensar depois de sua morte foi: que efeito caminhos do coração! È gente, nem vem, foi sim. Mas valeu, foi bom os dialógos dele com a Sookie, e a cena até que foi bem feita.

Agora é uma nova era. Pelo que pareceu, a Sociedade do Sol já era na trama da série. Agora a história vai se voltar pra Maryann e o caos em Bon Temps. Imagina só Bill e Cia tentando deter ela! Vai ser muito foda, só digo isso. Estou até feliz por este novo caminho que a série vai tomar. Bad Things virão pela frente. Não no sentido literal, que fique claro. Uma reta final eletrizante nos espera.

ps: tenho que falar isso. Maryann, te adoro!

Top Top: As 10 cenas mais marcantes de Grey’s Anatomy

15/08/2009 § 8 Comentários

Pelo menos no Twitter, acho que todo mundo sabe que minha última maratona era Grey’s Anatomy. Consegui terminar a série depois de um bom tempo, e já estava com planos de fazer um texto. Mas fiquei com tanta vontade de fazer esse !top cenas! da série, que resolvi pular a sequência certa das coisas. E agora estou aqui, com o post feito, e pronto pra ser apresentado. Pois bem, abaixo, seguem as 10 cenas mais marcantes de Grey’s Anatomy por mim. A minha opinião não é a mesma que a sua, então claro, discuta e deixe seu top. Preparem-se para muitas lembranças marcantes.

« Leia o resto deste post »

True Blood (2×08) – Timebomb

14/08/2009 § 1 comentário

Estou atrasado, eu sei. Mas agora que as férias acabaram, o tempo volta a correr mais rápido, e a gente acaba ficando pra trás. Agora não importa, eu quero mesmo é falar sobre esse episódio de True Blood. Não foi um dos melhores, foi “O” melhor de toda a série. Sério, olha o nível em que chegamos, é quase inexplicável. True Blood está conseguindo ultrapassar todos os limites, e a tendência é só melhorar.

Sabe aquela promo que foi exibida na Comic Con?! Pois é, grande maioria das cenas lá mostradas estavam presentes aqui. Este foi o episódio mais marcante da série, um dos mais importantes, eletrizantes, divertidos, etc etc. Aonde mais se vê pessoas comendo um coração?! Que cena mais freak aquela. Uma das coisas mais trashs da tv, que acaba parecendo, e ficando excepcional.

Godric é mais bonzinho do que todo mundo imagina. E parece ser mais poderoso também. Ele é tipo, o mais fodão de todos né. Conseguiu dar uma freada humilhante até na Lorena. Ela pelo menos já vai tarde. Quando apareceu pela primeira vez, eu até arrepiei. Mas cansou, e se voltar, que seja para morrer de uma forma bem cool.

A guerrinha humanos x vampiros estava quase atigindo o ápice, mas aí o santo Godric aparece e pára tudo. Foi meio frustante, tava tudo preparado, mesmo a gente vendo que a Irmandade não tinha a mínima chance contra os vampiros. Mas ok, dá pra esperar mais um pouco, isso claro, se realmente acontecer uma “guerra”.

Jason agora acordou e parece ter escolhido seu lado. Eu ainda acho que a Sarah não foi jogada de lado tão fácil assim, provavelmente ela vai voltar e ter alguma importância na história. E o melhor foi ver ele se encontrando com a Sookie. Particularmente adoro a relação de irmãos deles. E também tivemos a cena dele conversando e abraçando o Bill. Foi show!

Jessica e Hoyt continuam sendo aquele casal fofinho, e agora a vampira teen sempre que transar, será como se fosse sua primeira vez. Tadinha! Também tivemos a cena de tapas de Eggs e Tara. Sério, eu ri muito. E a Maryann, cada vez mais demoníaca. Acho que já tá na hora de mostrarem quem de verdade é ela. Ah, e ela ainda conseguiu armar pro Sam, que acabou preso acusado de assassinar a Daphne.

E ainda tivemos aquele cliffhanger como já disse. Putamerda, acho que foi um dos melhores até agora. E olha que True Blood é mestre em fazer finais decentes. Mas e agora, a explosão vai mesmo acontecer?! Ficamos só na espera e na ansiedade. E agora já estamos no finalzinho, e se já fomos agraciados com tantos episódios bons, imaginem a season finale?! Essa sim promete ser d-o-c-a-r-a-l-h-o.

A saga de George O’Malley

06/08/2009 § 17 Comentários

* Se ainda não assistiu a quinta temporada de Grey’s Anatomy, PARE AGORA!

Aconteceu no episódio “Now or Never”, o último desta recente quinta temporada. Um paciente aparece vítima de um acidente de ônibus, depois de salvar uma mulher. E quando menos esperavamos, descobrimos que tal paciente era nínguem menos que George O’Malley. Nos últimos minutos do episódio, a tensão já estava alta, até que temos uma cena instigante. Izzie Stevens, vítima de câncer, aparece supostamente morta em um “outro mundo”, e quando a porta do elevador se abre, lá está O’Malley. Esta fora a última cena que víamos de um personagem que foi aos poucos sendo desmerecido, mas que mesmo assim, não vai ser esquecido.

« Leia o resto deste post »

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para agosto, 2009 em séries.com.